Relatório 02: II Fórum EsL (26/07)

Posted on julho 27, 2008

0


O II Fórum EsL foi realizado hoje, das 15h às 18h. Os três debatedores e seus temas eram:

1. Malthus (Igreja Batista Filadélfia) – Abordagens denominacionais sobre a Revelação;
2. Pr. Ilmar (Igreja Presbiteriana do Renascença) – Inerrância e Suficiência das Escrituras;
3. Pr. Cleomárcio (Igreja Presbiteriana do Novo Angelim) – A autoridade e atualidade das Escrituras.

O clima foi bastante agradável, considerando que não havia sérias divergências entre os debatedores. O auditório não estava lotado, para o prejuízo dos que não apareceram por lá, mas acho que só quem ficou triste com isso fui eu. Aliás, triste por uns instantes (tinha, e tenho, o desejo de ver mais pessoas participando destas iniciativas e crescendo conosco). Depois que as palestras começaram não pude ficar pensando em quem não foi.

Malthus foi o primeiro a falar, com um sumário histórico interessantíssimo. Em breve, se autorizado, publicarei os slides dele por aqui. As correntes históricas a respeito da Revelação, bem como as visões denominacionais e suas nuances foram bem pontuadas, com pitadas de provocações para o cristianismo contemporâneo. Sua comparação entre pentecostalismo e liberalismo também tocou a questão fundamental da suficiência das Escrituras, que seria abordada com maior profundidade em seguida.

E assim o Pr. Ilmar foi o segundo. Caminhando muito bem pelo terreno das pressuposições, ele – em suas palavras – “preparou o terreno” para chegar ao assunto da suficiência e inerrância das Escrituras. Dialogou bem com Calvino e com o texto bíblico, para comprovar a fidelidade do Texto Sagrado e sua importância para o cristão. Indicou, muito sabiamente, a necessidade do conhecimento de Deus e do homem para uma adequada visão das Escrituras.

O Pr. Cleomárcio abordou o aspecto da autoridade e atualidade da Bíblia de forma bastante didática e comunicativa. Demonstrou, em primeiro lugar, que a Deus fala. Esta certamente é pressuposição fundamental para quem crê nas Escrituras. Percorreu o caminho da história da Revelação, demonstrando a comunicação de Deus para com o Seu povo por meio dos profetas, de Jesus, e dos apóstolos. Apontou para “os juízos” do Senhor como a opinião de Deus sobre questões de nossas vidas, e assim indicou a atualidade das Escrituras.

Os debatedores foram bastante claros e incisivos em suas abordagens. Deram respostas precisas aos movimentos que, de alguma forma, tentam tirar o crédito ou diminuir a Bíblia, descrevendo-a como algo menos do que a Palavra de Deus.

Em seguida foram feitas perguntas relacionadas à interpretação das Escrituras, às correntes mencionadas, às abordagens utilizadas para defender a Bíblia, e às questões atuais que não são, pelo menos diretamente, contempladas pela Palavra de Deus.

A mesa respondeu com segurança e tranquilidade, e a eficácia de suas respostas ficou confirmada pela satisfação do auditório.

Louvo a Deus por pessoas comprometidas com a Sua Palavra, e capazes de testemunhar em favor dela com segurança e destreza. Que o Senhor abençoe os debatedores deste II Fórum EsL, e prepare os do III, que já está “no forno”!

Novamente, o fórum foi gravado, e em breve estará à disposição aqui no blog! Aguardem!!

Pra você que participou (e pra quem não participou também), fica a pergunta: Quanto vale a sua Bíblia?

Posted in: Uncategorized