O mulato

Posted on março 14, 2009

2


Eu sinceramente não lembro se já li “O mulato”, de Aluísio de Azevedo.
Hoje assisti uma peça sobre a obra, e gostei bastante da adaptação.

O mais legal são as discussões que a obra levanta, não apenas sobre o preconceito, mas sobre relacionamentos, família, sexualidade, aborto, etc.
Acredito que esse tipo de expressão artística é muito mais útil para a reflexão, evangelismo e apologética cristã, do que uma peça religiosa com uma história ruim, mal contada e interpretada.
Nada contra as “peças cristãs”, mas não precisamos legitimar a arte fazendo subprodutos cristãos do que encontramos ao nosso redor.
Imitar uma música “secular” e colocar o rótulo “gospel” nela não a redimirá de ser mera imitação. Uma bela canção, por outro lado, mesmo sem o rótulo do cristianismo ou os jargões evangélicos, será mais útil na medida em que expressa a graça comum de Deus através da beleza e da proclamação da verdade.
Gostei muito da obra, e espero poder discuti-la com meus irmãos em Cristo logo logo.
Posted in: a Caneta, o Jornal