Você não é presbiteriano, mas deve ter algum carinho com a IPB, não é? Acha que ela, como instituição humana, está tomando um rumo certo?

Posted on setembro 11, 2010

2


Sim, tenho muito carinho para com os presbiterianos (e para com uma presbiteriana em especial).

Vou falar da IPB a partir de uma fonte pública: as declarações do Pr. Augustus Nicodemus Lopes a respeito de decisões da última reunião do Supremo Concílio desta igreja.

As descrições dele estão aqui: http://tempora-mores.blogspot.com/2010/07/rumos-da-igreja-presbiteriana-do-brasil.html
e aqui: http://tempora-mores.blogspot.com/2010/07/rumos-da-igreja-presbiteriana-do-brasil_20.html

Se, como ele informa, a IPB caminha no sentido de confirmar sua identidade reformada, conservadora e histórica, penso que está seguindo o rumo certo.

É preciso sempre se reformar no sentido de avaliar seus pressupostos e práticas à luz da Escritura, transformar o que é errado, e manter o que é correto. Segundo a descrição do Pr. Augustus, creio que é isto o que tem sido feitos.

[mas não tenho a ilusão de que não há problemas na IPB. Eles existem, e fazem parte de qualquer denominação e Igreja].

Abraço, e obrigado pela pergunta

Pergunte qualquer coisa

Marcado:
Posted in: a Caneta