Será que pau que nasce torto, morre torto? Muitos pesquisadores tem afirmado que "trair o cônjuge", "ser estuprador", "ser assassino", "possuir tendência heterossexual, homossexual, bissexual ou pansexual" é fator determinado pelo DNA. Qual a sua opin

Posted on outubro 22, 2010

0


Mas de jeito nenhum! =) Isso é coisa de música do "É o tchan".

Se tais pesquisadores têm afirmado isso, eles devem ser questionados até mesmo como cientistas, pois não se consegue provar que um gene tenha algo a ver com moralidade. Que pesquisa provaria isso? No máximo eles relacionariam alguma característica às pessoas que têm determinada conduta, mas ainda assim não conseguiriam estabelecer o nexo causal entre "o gene" e a conduta.

É importante não cairmos nessa jogada, por várias razões:

1.Tais declarações partem de um pressuposto naturalista. Tais cientistas não compreendem a idéia de um Deus legislador sobre o universo, e assim rejeitam a idéia de um homem formado à imagem e semelhança de Deus, e rejeitam a noção de pecado. Os pressupostos os levam a interpretar os dados em um esquema falho.

2. Por serem naturalistas, eles rejeitam ou ignoram o elemento sobrenatural, e assim desprezam a ação transformadora de Deus sobre o homem. O Deus redentor pode transformar um homossexual em um heterossexual, pois Ele é senhor sobre todas as coisas. De fato, a redenção e salvação é a conversão de um pecador (seja assassino, ladrão, fofoqueiro, mentiroso, homossexual, etc.) em um homem santo (embora não ainda perfeito – todos continuamos pecando!)

3. Essas declarações retiram a responsabilidade moral do indivíduo, para colocarem em objetos ou "forças" não explicadas. Um ladrão pode dizer: "nunca deixarei de roubar porque nasci assim. Tá no meu DNA". É claro que isso não é verdade! Colocar a culpa sobre genes e etc., é excluir a responsabilidade humana sobre suas ações!

4. Por fim, estas declarações são irrelevantes para o ponto do pecado e da necessidade de transformação. Explico: ainda que fosse algo genético, o simples fato de Deus declarar algo como pecado, torna o homem responsável diante Dele. Isso significa que não importa se a coisa veio pelo DNA ou outro meio, Deus declarou o que é certo e o que é errado, e assim precisamos seguir o Seu padrão.

Espero ter ajudado. Saber que Deus salva pecadores como eu de pecados terríveis pode trazer esperança ao pior e mais manchado dos homens. Existe graça para pecadores.

Abraço, e obrigado pela pergunta.

Pergunte qualquer coisa

Marcado:
Posted in: a Caneta