Posted on agosto 13, 2011

0



Onde estás
O temor
Irracional
Encontra fim



Onde a paz
E o vigor
Revelam-se
E vêm a mim


A dor se vai
e o filho ao pai
Reconhece
Enfim


O amor preenche
O ambiente sente
O favor
E o sim


Fizeram-se marcas
Da eternidade hoje
Em forte tom
Carmesim


No shalom
Nasce o som
De hamonia
Assim


Onde estás
Não mais
Contradições
Lágrimas
Pânico
Dúvidas
Pecado


Onde estás.
Estás aqui.

– Posted using BlogPress from my iPad

Marcado:
Posted in: a Caneta