Livros BJC: Picasso (Gilles Plazy)

Posted on junho 4, 2012

0


PLAZY, Gilles. Picasso. Porto Alegre, RS: L&PM, 2010. 224 p.

Recomendado apenas pra quem tem maior interesse na vida do pintor. Em geral, não achei uma grande obra.
Deixar para resenhar/resumir ou fazer qualquer análise após muito tempo da leitura do livro é sempre desafiador. Especialmente quando a obra não foi tão marcante assim.

A biografia de Picasso, por Gilles Plazy é boa no sentido de dar um panorama amplo da vida do autor, seus amores, encontros e desencontros, e uma caminhada inconstante em busca de satisfação – talvez aquele desejo pela eternidade que todos buscamos. Picasso tentou na pintura, explorou outras formas artísticas, como a escultura, buscou nos amores e relacionamentos, mas parece nunca ter chegado ao lugar onde queria.

Estudou os clássicos, mas caminhou pouco com eles. Preferiu seguir tendências pessoais, explorações do mundo conforme sua percepção e criatividade, e assim ficou marcado na história como o grande pintor que foi.

A obra traça de modo interessante o movimento e contato entre os grandes pensadores e artistas da época. Não deixa de ser estimulante ver essa troca contínua de idéias e a circulação da criatividade em um grupo tão próximo. Woody Allen ilustrou bem em seu filme “Meia-noite em Paris”.
Incomodei-me com a fonte pequena, que atrapalha a leitura, mas isto é compensado pelo preço dos livros de bolso da L&PM.

Como dizia, o percurso histórico de Picasso é bem trabalhado na obra, mas talvez ela fique devendo em descrever um pouco mais do cenário psicológico do autor. Não que isso seja uma tarefa fácil, mas acredito que existe algo sendo dito nas telas e textos, nas cartas e escolhas realizadas. Talvez o autor tenha buscado mais isenção, por isso nada falou. Assim ficamos apenas com a história. E cada um analise da maneira que achar melhor.

Marcado:
Posted in: a Caneta