Dicas para uma melhor leitura em 2014

Posted on janeiro 7, 2014

1


nerdAlbert Mohler é um leitor violento. No bom sentido da coisa, claro. Devora livros sobre livros, e sabe utilizá-los bem em sua articulação intelectual e ministerial. Pois ele deu suas dicas para termos uma melhor leitura. Vale a pena ouvi-lo. A seis sugestões foram:

1 Mantenha projetos de leitura regulares.

Mohler afirma ter projetos caminhando da seguinte maneira. Ele define categorias amplas de leitura, como teologia, estudos bíblicos, vida da igreja, história, estudos culturais e literatura. Ele, então, coleta livros nas diversas áreas e os lê em um período definido de tempo. Isso o ajuda a ter uma leitura organizada, que atravessa diferentes campos.

Quais são os seus projetos?

2 Trabalhe em seções maiores da Bíblia

Mohler trabalha com a leitura bíblica, e com o estudo de comentários que o ajudem a ter a melhor compreensão do material lido. No caso dele, o ministério de pregação está diretamente envolvido, mas mesmo aqueles que não pregam podem ser grandemente enriquecidos com esse tipo de literatura.

3 Leia todos os títulos de alguns autores

Mohler sugere: escolha cuidadosamente autores que demandam sua atenção. Nenhum autor pode expôr completamente o seu pensamento em apenas uma obra, então leia tudo o que puder desses autores selecionados.

Eu experimentei isso em anos anteriores, lendo tudo o que pude de homens como R. C. Sproul, John Piper, Francis Schaeffer e C. S. Lewis. É muito interessante notar que, após algum tempo você começa a ver padrões, identificar argumentos semelhantes e temáticas reforçadas, e assim, ficar mais íntimo do pensamento do autor.

4 Obtenha alguns “sets” ou coleções e leia completamente

Que tal adquirir as obras completas de Martinho Lutero, ou de Jonathan Edwards? Ou os três volumes de “Uma história do pensamento cristão”, de Justo González? Ou ainda os vários volumes de “Uma história ilustrada do cristianismo”, do mesmo autor?

Inicie o projeto com paciência, sabendo que essas coleções demandam tempo para serem lidas completamente. Mas é possível que você termine antes do que imagina.

5 Permita-se ter diversão na leitura, e aprenda a desfrutar isso lendo livros agradáveis

Mohler diz se divertir com a leitura de biografias históricas. O que chama a sua atenção? Livros sobre carros? Tecnologia? Moda? Produtividade pessoal? Literatura? Escolha a sua área, e divirta-se!

6 Marque os seus livros, escreva neles, torne-os seus!

Este é um ponto polêmico, especialmente entre os puristas que mal abrem o livro para ler, com medo de estragar a colagem das páginas! Cada um deve ser livre para desenvolver um relacionamento pessoal com a obra, mas é possível que essa intimidade cresça se você puder marcar, rabiscar, circular, fazer anotações nas margens, etc. Não apenas se trata de personalização da obra, como de maior absorção do conteúdo.

Para quem tem pena de riscar os livros, sempre é possível ter um caderninho ou fichas para fazer tais marcações.

A exceção, diz Mohler, fica por conta de livros clássicos e antigos, que não devem ser danificados nesse sentido. Eu acrescentaria os livros das bibliotecas -nada de riscar patrimônio público!

Eu tenho descoberto que usar post-its colados nas páginas pode ser uma alternativa interessante, também.

E você? Quais suas dicas para uma melhor leitura, e quais os seus projetos literários para 2014?

Marcado:
Posted in: a Caneta