Diante de todo o lamaçal da corrupção no Brasil, o crente sincero deve almejar um cargo político?

Posted on agosto 26, 2010

0


Sim. Por que entregar tudo aos ímpios?
Diante dos problemas, somos tentados a jogar tudo para o ar, e evitarmos essas questões. Mas precisamos lembrar que se trata do governo de nosso país, e por isso precisamos lutar para um governo justo, mesmo que não seja temente a Deus.

Por isso creio que os cristãos devem se envolver no debate político, demonstrando, com propriedade, que é preciso governar seguindo os preceitos adequados – o que, em última análise levará à Escritura -, e também se envolver na política propriamente dita, buscando "redimir" essa área, para a glória de Deus.

Não quero parecer ingênuo aqui. Sei que um político que desejar se manter honesto, sem alianças duvidosas, nem algo parecido, provavelmente será "jogado pra escanteio". Ainda assim, é formando homens honestos, que estejam dispostos a ser jogados pra escanteio, mas falar alto na sociedade e atuar de modo justo, que podemos ver alguma transformação.

Não seria ótimo vermos que o fato de 1 pessoa ter sido deixada de lado por se manter honesta desencadeou um processo no qual várias pessoas passaram a agir assim? – Isso só pode acontecer se não abrirmos mão dessas questões.

Outro ponto importante, para que eu não seja mal interpretado, é que eu não creio que a política é a solução para todos os problemas do Brasil. Somente a regeneração pode lidar com a questão fundamental do coração humano. Ainda assim, creio que a política é instrumento da graça comum para o refreamento do mal.

Ainda outra questão: não podemos focar tudo na política e deixar o resto da cultura para os ímpios. Cristãos precisam fazer boa política, boa música, bom ensino, boa advocacia, boa administração, boa medicina, etc., etc. Precisamos cumprir a nossa vocação na cultura, para a glória de Deus. Não adianta passarmos mil leis com a moral judaico-cristã se deixamos o povo com uma cultura perniciosa.

Abraço, e obrigado pela pergunta.

Pergunte qualquer coisa

Marcado:
Posted in: a Caneta